O fluir psicomotor




"No organismo, a estrutura dos ritmos vitais, alimentação e sono, dispõe-se por causas físicas, revezamento do dia e da noite ou  por regras sócio culturais.
            O recém-nascido, quando exposto a uma  experiência relacional, dependendo do seu ambiente familiar, pode ter um desenvolvimento com afeto, diante de um meio que respeite suas solicitações, e atingir, assim, um bom equilíbrio tônico-emocional, ou vivenciar transtornos tônico-emocionais, se fizer parte de um meio rígido, que valorize pouco os seus ritmos próprios.
            A relação mãe-filho estabelece-se, pelo aspecto da regularização rítmica biológica da criança (dentre outras). Ocorre um fenômeno ressonante pelo diálogo tônico síncrono pelas correspondências corporais.
            O bebê tem noção do antes e depois pelo instante da alimentação. A tensão que representa o momento da fome e desprazer, dá lugar à satisfação, saciada e prazerosa de ter sido nutrido, atingindo um verdadeiro estado de hipotonia (x tensão) atribuída pelo sono. Sendo assim o referencial do próximo objetivo desta abordagem: o ritmo/o tempo, é decretado pelas noções de manhã e noite, com referenciais de almoço e jantar até que a criança possa nomear os meses do ano em seqüência."
(O Fluir Psicomotor-Leila Nagib- Do livro Psicomotricidade Clínica_ Mousinho, De Mattos Ferreira, Thompson. 2002)






CURSO E OFICINA TERAPÊUTICA PARA FLUÊNCIA
DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL, AVALIAÇÃO E PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS. PRÁTICAS COM VIVÊNCIAS E EXERCÍCIOS PARA O TRABALHO COM GAGUEIRA E TAQUIFEMIA.

Objetivos:
·        Fornecer embasamento teórico e prático a respeito dos diagnósticos, dos procedimentos avaliativos e de intervenção terapêutica fonoaudiológica relativos a fluência e seus transtornos.
·        Provocar o estudante e o fonoaudiólogo a desmistificar o conhecimento relativo aos TF como um instrumento de difícil acesso e de baixo prognóstico.
·        Proporcionar o espaço terapêutico para que o fonoaudiólogo vivencie a proposta de terapia fonoaudiológica para os TF baseada na Psicomotricidade e inserida às demais grandes áreas da Fonoaudiologia.
·        Oferecer o setting terapêutico como facilitador para quem se propõe a atender pessoas que gaguejam, a fim de vivenciar a prática relacional do trabalho com os TF na terapia.
·        Promover a prática nas relações de empatia e outros vínculos em potencial frente ao atendimento clínico fonoaudiológico nos TF.
·        Provocar o fonoaudiólogo a desmistificar o conhecimento vivencial relativo aos TF como um instrumento de difícil acesso.
·        Praticar exercícios para fluência de forma lúdica e prazerosa.

Programa do Curso:
1. Fluência e diferencial entre os TF
2. Avaliação dos TF
3. Terapêutica dos TF
· Terapia fonoaudiológica com gagueira_ Infância + orientação à família e à escola.
· Estratégias terapêuticas com gagueira e taquifemia_ adolescente e  adulto.
· A “alta” terapêutica nos TF.

Programa da Oficina:
Exercícios terapêuticos psicomotores e de promoção de fluência.

Fonoaudióloga ministrante:
Leila Nagib - CRFa 2807/RJ
· Professora de Transtornos de Fluência do Curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Medicina – UFRJ

Demais informações:
· Carga Horária: 20 horas totais
· Datas: 10 e 11 de agosto de 2012
· Horários: de 9 horas até 17 horas.
· Público Alvo: fonoaudiólogos e estudantes de Fonoaudiologia.
· Local: Rua Avenida Rui Barbosa 377 São Francisco Niterói
                                     http://www.arteexpressao.com.br/

· Contatose-mail: vamostratargagueira@gmail.com
         Celular- (21) 9342-7984 (Leila-operadora Claro) ou
8247-2024 (Leila- operadora Tim)



-- 
Leila Nagib
Fonoaudiologa
CRFa 2807/RJ
Ambulatório de Fluência
Graduação em Fonoaudiologia-Faculdade de Medicina
Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
cel.:              (21) 9342-7984      -(claro)
cel.:              (21)8247-2024      -(tim)
leilanagib.ufrj@gmail.com




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fendas Fusiformes

Ficha de Anamnese e Avaliação de Voz

Disfonias Funcionais